segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Yo soy tú

segunda-feira, 7 de setembro de 2015 0 comentários
Não sei quantos anos tenho. Nunca soube. O que eu sinto e a impressão que eu tenho é de que nasci com uma idade que não sei ao certo qual é e dela nunca saí. Números são só números e eu nunca me dei bem com eles. Nunca aprendi muitas coisas ao longo da vida. Tudo o que sei, sempre esteve muito claro pra mim. Ao longo do tempo, muitas pessoas me ajudaram a recordar o que já nasceu comigo. Sou grata. Professores de geografia e história nunca entenderam minhas boas notas, já que eu não era exatamente o que se podia chamar de melhor aluna. Sei muito sobre lugares onde nunca estive. Sei muito sobre pessoas que nunca conheci. Sei sobre a história do mundo. Histórias que não vivi. Sei tudo sobre animais. Sou um deles. Conheci vários deuses. Os deuses estão, a todo mundo momento, tentando comunicar-se comigo e me mostrar as suas verdades. Mas eu sei quem é Deus. Ninguém nunca precisou me contar ou convencer. Eu simplesmente sempre soube. O mundo espiritual pra mim é claro como água. Conheço o espíritos invisíveis que vagam por essa dimensão. Sei o que querem e por que estão aqui. Minha comunicação com os animais sempre foi mais forte do que qualquer outra coisa. Eles confiam em mim e falam com os meus olhos. Minha conexão com a natureza me dói e me tira o sono. Afeta minhas emoções e modifica meu norte. Eu sei quem sou com mais clareza em dias cinzas. Já falei sobre dias cinzas aqui. Nunca fui igual a ninguém que tenha conhecido. Me faz falta encontrar alguém que veja o mundo como eu vejo. Me dói ver a humanidade cada dia mais aprisionada e refém, vivendo uma falsa liberdade. O pior tipo de prisioneiro é o que se crê livre. Me dói que os valores se invertam, que o óbvio precise ser explicado, debatido. Que as pessoas vivam seus cotidianos frenéticos cegas e surdas para os gritos de socorro da natureza. Nunca sonhei com dinheiro, minha felicidade está nas coisas simples. No cheiro do café que minha mãe prepara de manhã, no barulho dos meus mais de trinta amimais, nas minhas novelas da tarde, nas músicas que tem cheiro, cor e que me levam a lugares onde minha alma já esteve e conhece bem. Sou uma empata incontrolável. 27 anos já se passaram desde que cheguei nesta terra e eu ainda consigo me surpreender com a leitura que faço das pessoas e como a carga energética delas pode afetar o meu dia. Já cheguei a chorar uma manhã inteira simplesmente porque olhei nos olhos tristes de um desconhecido numa fila, apesar de não termos trocado uma única palavra. Reconheço as batalhas de povos de outras culturas e que viveram em outras épocas. Por algum motivo sinto que sou uma das bruxas queimadas na inquisição. Sou um guerreiro azteca do antigo México. Sou uma das mulheres do profeta Mohammed (que a paz esteja com ele), vi Shiva destruir o mundo várias vezes para que ele pudesse ser reconstruído. Vi o povo da África esperar confiante a promised land do rei Selassie! Jah Rastafari! Me sinto parte de todas as culturas com as quais estou conectada. Minha alma se lembra delas como se eu já tivesse vagado por outras épocas. Pisando no México tive certeza de que pertenço àquele lugar. Mas também pertenço a outros lugares. Tenho lembranças claras de quando eu ainda não tinha nascido, mas já existia. Sei e admito que exerço um fascínio sobre algumas pessoas, mas desperto ódio em outras e elas são a maioria. Talvez eu nunca entenda por que. Tenho um forte grau de miopia, mas exergo com exatidão animais em longas distâncias. Vejo animais em todos os lugares, até onde não estão e isso já chegou a ser um problema. Já fiz uma oração por uma pedra no meio de uma estrada, achando que era uma galinha. Gostaria de poder ajudá-los o suficiente. Gostaria que o mundo pudesse me ajudar nesse trabalho, mas o mundo já não enxerga os animais. Um dia, os olhos mortos de um peixe me disseram muito mais do que tantos olhos vivos com os quais cruzo diariamente. Eu queria poder esquecer o que li naqueles olhos, mas eu sei que não vou esquecer, eu nunca esqueço. As pessoas dizem que eu sou louca. Eu não duvido. Acredito nas pessoas mesmo quando elas mentem. E eu sempre sei quando estão mentindo. Mas eu escolhi ter fé nelas, então eu preciso acreditar, não importa o quanto me decepcionem. Tenho o hábito de sempre me colocar no lugar do outro e me esforço pra entender sempre os dois lados das situações. Gostaria de, um dia, talvez, sentir que a recíproca é verdadeira. Ou talvez tudo o que eu preciso é aceitar que nunca será. Às vezes, me pergunto o que as pessoas fazem para serem queridas. Até hoje, o máximo que consigo fazer é ser eu mesma. Não tem dado muito certo. Há dias em que não consigo organizar ideias pensando neste que deveria ser meu idioma. Talvez eu seja louca mesmo como dizem. Ou talvez eu seja apenas uma pessoa diferente. Uma alma antiga. Poucos me entendem. Sequer tentam! Eu me entendo e isso basta. Sempre bastou. Minha alma tem as conexões mais insanas possíveis. O que eu vejo quase ninguém vê. Seria muita audácia da minha parte esperar compreensão das pessoas. Essa é a primeira vez que eu escrevo esse tipo de coisa em português. Não sei onde publicarei e nem sei se vou fazer isso. Eu gosto de falar sobre mim. Não que eu seja ególatra ou algo do tipo, mas acho que soltar esse tipo de informação pro universo talvez ajude as pessoas a me olharem com mais sensibilidade e menos julgamento. Eu espero. Todo mundo é um pouco louco também. Eu não devo ser a única.

"Yo solía pensar que era la persona más extraña en el mundo, pero luego pensé: Hay mucha gente así en el mundo, tiene que haber alguien como yo, que se sienta bizarra y dañada de la misma forma en que yo me siento. Me la imagino, e imagino que ella también debe estar por ahí pensando en mí. Bueno, yo espero que si tu estás por ahí y lees esto sepas que sí, es verdad, yo estoy aquí, soy tan extraña como tú." - Frida Kahlo



domingo, 12 de abril de 2015

Gris

domingo, 12 de abril de 2015 0 comentários

Probablemente, pocos entenderian como me siento en días grises. La angústia, la melancolía, el amor y la gratitud que estos días me provocan. No puedo separar el corazón de los sentidos y de la razón. En días grises, no importa en donde esté fisicamente. Porque yo viajo, espiritualmente, a todos los lugares donde mi alma se siente en casa. En días grises, mi alma siempre está en México. Pero, a la vez, siempre está aquí. En mi hogar, con mi família y mis animales. En días grises, Thalía es más parte de mi família; la oigo cantar como si estuviera en el baño. Alistándose para sentar a comer con nosotros. En días grises siento la presencia de todos los que amo, aunque ya se hayan ido para no regresar jamás. La belleza de un día gris es triste, pero aún sigue siendo belleza. Gracias, Dios, por permitir que mis sentidos se conecten y trabajen tan naturalmente juntos, para que yo pueda sentir los días grises así. Que yo no pierda la capacidad de conectarme tanto con estos días, donde mis lágrimas van cayendo al compaz de la lluvia.

Cuando el cielo se torna gris las luces no entienden que hora es...



sábado, 29 de novembro de 2014

Prometamos despedirnos sin decir adiós jamás...

sábado, 29 de novembro de 2014 0 comentários
Pela primeira vez em muito tempo, consigo ver sinceridade nas mensagens que lamentam uma morte nas redes sociais. Cada uma, da mais criativa à mais clichê, todas fazem completo sentido. Chaves foi, é e sempre vai ser unanimidade. Não sei o que vai ser dos meus finais de tarde. Não sei se vou conseguir continuar assistindo os seriados do Chespirito daqui pra frente. Não sei. A única coisa que eu sei é que, hoje, todo o riso e a alegria que Chaves e Chapolin nos proporcionaram nesses 30 anos de exibição no Brasil, dão lugar a lágrimas e a uma tristeza profunda. Não perdemos apenas um artista de uma genialidade indiscutível e incomparável. Perdemos um amigo. E o meu sonho de abraçá-lo e agradecê-lo pessoalmente por infinitos motivos, acaba aqui. O sonho passa de mirabolante a impossível. Deus levou o meu Chavinho. Conforta saber que ele teve uma vida longa e plena e que foi exitoso em tudo o que empreendeu. Deus deu ao nosso "Shakespeare chiquito", o Chespirito, o que eu considero ser o mais bonito dom que alguém pode ter: O dom de fazer as pessoas felizes. Resta-nos apenas agradecer ao eterno Chaves por compartilhar sua arte e genialidade com tantas gerações. Com ele e sua turma aprendemos que "as pessoas boas devem amar seus inimigos", que "a vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena", que não é preciso ser rico para dividir e compartilhar, que “devemos perdoar as ofensas, as afrontas e também os aluguéis atrasados”, que podemos ser heróis como o Chapolin Colorado, que não importa que tenhamos medos, basta que tentemos vencê-los. Obrigada por nos ensinar que sempre podemos ser crianças e que a idade é só um número sem nenhuma importância. Nós todos somos jovens ainda. Como o Doutor Chapatin. Obrigada, Chespirito, por conhecer e representar tão bem o povo latino, que apesar de todas as dificuldades e sofrimentos, sabe viver sem perder a esperança num mundo melhor, com tanta alegria no coração e boa vontade com o próximo. Pois já dizia Seu Madruga: "Posso não ter um centavo no bolso, mas tenho um sorriso no rosto e isso vale mais que todo o dinheiro do mundo." Obrigada por esse legado, obrigada por dar-nos de presente todos esses personagens que carregam tanto de nós mesmos. Por permitir que a Vila não fosse imensa, mas sim do tamanho exato pra caber nas casas de cada um de nós. Obrigada por cada vez que eu ri e que chorei assistindo as confusões e aventuras de Chaves e seus amigos. Por conseguir fazer uma crítica social de uma maneira tão leve e por ensinar-nos tanta coisa da maneira mais carinhosa. A Vila do Chaves, seus personagens e suas aventuras são atemporais. Seu humor é único. Simples, Inocente e sua linguagem é universal. Qualquer pessoa de qualquer idade, país ou classe social pode assistir, rir, se identificar e eu desafio qualquer um a não se apaixonar. Quem nunca quis convidar o Chaves pro desjejum como o Seu Madruga fez? Quem não queria ter ido com ele a Acapulco? Hoje o Chespirito leva consigo todos os sorrisos que ele arrancou desde a década de 70, dos milhares de amigos que ele conquistou com sua simplicidade e simpatia. E amanhã o dia vai amanhecer mais triste, mas no céu acontece um reencontro que eu gostaria muito presenciar! Chaves, Seu Madruga, Godinez, Jaiminho e Dona Clotilde. Espero que Deus esteja preparando uma mesa cheia de sanduiches de presunto, limonada, churros, pirulitos e refrescos feitos de groselha, que parecem de limão mas que tem gosto de tamarindo pra receber o meu amigo. Chavinho, se você fosse chinês, eu juro que prenderia a respiração pro resto da vida, pra que você não morresse nunca. Eu vejo a vida de uma maneira mais pura e mais bonita desde que eu te conheci. Um homem de 85 anos e alma de 8 provou ao mundo inteiro que o que realmente importa nessa vida vale menos do que um sanduíche de presunto.


"A primeira vez que li o diário, senti o remorso de quem sabe que está violando a privacidade de alguém. Mas, quando li pela segunda vez, essa sensação foi se transformando numa inquietude, que depois passou ao riso, à tristeza e ao medo. Então me convenci de que era preciso dar às pessoas a oportunidade de conhecer este mundo estranhamente otimista no qual pode crescer a criança a quem falta tudo, menos aquilo que continua a ser o motor do universo: A FÉ."

[Roberto Gomez Bolaños em O Diário do Chaves]


O meu agradecimento eterno e sincero e e todo o meu amor para aquele que transformou a vida de milhões de pessoas. Obrigada, Chespirito! Que Deus te receba na sua glória.

Óyelo, escúchalo (Ouça-o, escute-o)
- Letra de Roberto Gomez Bolaños -

Óyelo, escúchalo, está buscando amigos
(Ouça-o, escute-o, ele está buscando amigos)
Óyelo, escúchalo, te está buscando a tí
(Ouça-o, escute-o, ele está buscando você)
Oye, amigo! Oye bien lo que te digo
(Ouça, amigo! Ouça bem o que te digo)
Busca la dicha, busca a Jesús 
(Busque a felicidade, busque Jesus)
El compañero que será siempre sincero
(O companheiro que será sempre sincero)
Fiel cual ninguno, solo Jesús 
(Fiel como nenhum outro, só Jesus)
Cuando estés triste porque una amistad perdiste
(Quando estiver triste porque perdeu uma amizade)
Busca al más bueno, busca a Jesús 
(Busque o melhor. Busque Jesus)
Él no abandona y si fallas, te perdona
(Ele não abandona e se falhas te perdoa)
Fiel cual ninguno, solo Jesús 
(Fiel como nenhum outro, só Jesus)


MIL GRACIAS, CHESPIRITO!




Lá vai o Chaves, Chaves, Chaves
Todos atentos olhando para o céu...


terça-feira, 23 de julho de 2013

Das desvantagens de ser católico

terça-feira, 23 de julho de 2013 14 comentários
Lembro muito pouco ou quase nada da vinda do João Paulo II ao Brasil e não estou tendo tempo de acompanhar a vinda do Francisco mas, com o pouco que já vi, foi inevitável me chocar. Que idolatria escrota por esse papa! Que gente doente! E antes que venham falar sobre eu ser fã da Thalía e de outros artistas, vamos recordar o conceito bíblico de ídolos e idolatria, porque eu não considero que ela seja a representação de Deus na terra, não dou a ela um título de santidade que corresponde UNICAMENTE a Deus e tampouco espero que ela opere milagres. Por que é tão difícil pro católico conhecer e entender o que seu próprio livro sagrado diz? Nunca vou alcançar a lógica. As pessoas são tão alienadas, tão cegas, que são coniventes com o fato de o Brasil estar gastando MILHÕES que, diga-se de passagem, saem do nosso bolso, para trazer ao Brasil um líder religioso de muitos, mas não de todos. E a totalidade do país é obrigada a pagar por isso. Não eram os evangélicos os ladrões? Os exploradores de fiéis? Pelo menos na igreja evangélica contribui com dinheiro quem quer. Ninguém é obrigado a isso, como eu estou pagando pela vinda desse papa contra a minha vontade. E por que tantas regalias para um ser humano que fez voto de pobreza? Por que o dinheiro tem que sair do cofre público, se a incalculável fortuna que o Vaticano acumula poderia pagar pelo menos 20 eventos dessa grandeza? São tantas perguntas, não é mesmo? Não vivemos num país laico? Que ironia! E por que as manifestações sobre a vinda do papa são proibidas e sob pena de prisão? Onde está a liberdade de expressão e a democracia do Brasil? E o mais engraçado disso tudo é a hipocrisia da maioria dos fiéis, que agem tal qual falsos nacionalistas, que só lembram do orgulho de ser brasileiro em época de copa do mundo. Estamos assistindo a uma explosão insana de pseudo-católicos-fervorosos só porque o papa está aqui. Mas a verdade é que, na ausência do Francisco, católicos de verdade, que vivem os ensinamentos da Bíblia, contam-se nos dedos. Esses que se doem com as minhas postagens, por incrível que pareça, fazem parte do grupo daqueles que se dizem católicos, mas vão ao centro espírita tomar passe. São católicos, mas acreditam em reencarnação. São católicos, mas fazem sexo antes do casamento. São católicos, mas são gays. São católicos, mas acreditam que nem tudo o que está na Bíblia é verdadeiro.Que fiéis são esses que não respeitam e nem obedecem os ensinamentos daquele que subentende-se que seja seu livro sagrado? É como se um muçulmano acreditasse que Jesus é o filho de Deus, apesar de o Alcorão dizer que Ele é apenas um mero profeta. É como se um Hare Krsna não acreditasse em reencarnação, apesar de o Baghavad Gita falar tanto sobre Karma. Não conheço verdadeiros católicos. Sei que existem, mas não conheço nenhum. Nenhum que viva sua religião. E por que eles fingem não saber que são idólatras? E quando ouvem alguém dar a eles esse título, logo falam sobre artistas e seus fãs, como se ignorassem o conceito de idolatria. Por acaso não conhecem a palavra da Bíblia, que a condena e explica claramente? E essa história de alegar que "são só imagens" ou "Maria é santa porque deu a luz a filho de Deus e intercede por nós" é conversa pra boi dormir. Argumentação escrota. Obsoleta. Não cola mais. A Bíblia é clara em Êxodo 20;3-5:


"Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há acima dos céus ou debaixo da terra, nem nas águas debaixo da terra. Não te encurvarás a elas, nem lhes servirás;" 



"Não se voltem para o seus ídolos, nem façam para vocês deuses e metal. O sou o Senhor. o Deus de vocês." [Levítico 19;4]



"Os ídolos deles, de prata e de ouro, são feitos por mãos humanas. Têm boca, mas não podem falar. Olhos, mas não podem ver. Têm ouvidos, mas não podem ouvir. Nariz, mas não podem sentir cheiro. Tem mãos, mas nada podem apalpar. Pés, mas não podem andar. E não emitem som algum com a garganta. Tornem-se como eles todos os que neles confiam." [Salmos 115;4-8]



"Não façam ídolos, nem imagens, nem colunas sagradas para vocês e não coloquem nenhuma pedra esculpida em sua terra para curvar-se diante dela. Eu sou o Senhor." [Levítico 26;1]


Não é suficientemente claro? Compreensível? Existe mesmo alguma lógica em comparar idolatria com amor de fã? Esses versículos não descrevem a prática de algumas religiões inclusive a católica? O que dizer de uma procissão? Essa prática é correta, biblicamente falando? Por que continuar se enganando? 

A Bíblia é igualmente clara no seguinte versículo encontrado em João, capítulo 14 e versículo 6:

"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a via. Ninguém vem ao Pai senão por mim."

Nesse versículo não há espaço para supostos intercessores ou representantes de Deus na terra. Não há espaço para líderes religiosos, sejam eles pastores, padres, sheikhs, maharajas, médiums ou o que seja. Deus é acessível e Jesus é o único caminho para chegarmos a Ele. Maria não precisa rogar por nós. Não precisa e nem pode. Por que um homem, pecador como eu, teria o poder de ouvir minhas confissões e absolver meus pecados? Por que canonizar pecadores, como se os milagres fossem mérito seu e como se eles não fossem apenas o instrumento usado por Deus? Perdoem-se os amigos católicos e me perdoem também os """católicos""", mas quem me conhece sabe que eu amo estudar e conhecer religiões, tenho a minha, que é Jesus Cristo, acho maravilhoso e lindo quem vive sua religião como os muçulmanos e os hindus, e de todas as religiões que já me dediquei a estudar sobre, a católica é a única que me inspira nojo. Primeiro pelas atrocidades históricas pelas quais ela foi responsável mas, principalmente, porque de acordo com a minha ótica e com a minha crença, as outras religiões erram tentando acertar. Acham que vão encontrar Deus da sua maneira. A igreja católica, por sua vez, mente usando o nome de Deus. Atribui a si e aos seus líderes o título de santos que é inerente apenas ao Senhor. Isso, mais que idolatria, é blasfêmia. Se os católicos se dedicassem mais a conhecer e seguir a palavra da Bíblia e dar mais importância a Jesus do que aos seus papas, "santos" e "milagreiros", muita coisa seria diferente. E antes que falem, não sou intolerante religiosa. Convivo - e muito bem - com todo tipo de gente, com todo tipo de religião. Não vou sair matando ninguém por aí. Não vou seguir o belíssimo exemplo da igreja católica na inquisição, que matou mais gente do que a segunda guerra mundial. Não se sintam ameaçados. Foi só um - nem tão breve - desabafo. E não me crucifiquem, porque eu não tenho talento pra mártir.

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Todo es posible!

segunda-feira, 6 de maio de 2013 6 comentários

Esses dias me disseram que eu sou a prova viva de que os sonhos se tornam realidade quando se tem fé e, refletindo sobre os últimos meses e os últimos acontecimentos, me vejo obrigada a concordar! Em março desse ano, Thalía anunciou sua turnê que começaria nos Estados Unidos, passaria por algumas cidades de lá e terminaria na Cidade do México. Não pensei muito. Eu tinha que ir! Há mais de 10 anos Thalía não fazia turnê, há mais de 13 anos ela não vem ao Brasil e não temos muitas esperanças de que ela volte por aqui, apesar de ela sempre prometer voltar. Eu tinha pouco mais de um mês pra organizar a viagem! Em tempo recorde comprei os ingressos na pré-venda (pois ela fez dois shows em dois dias seguidos e eu fui a ambos), comprei minhas passagens, tirei meu passaporte e obtive a autorização eletrônica pra entrar no país. Todo mundo que me conhece sabe que sou fã da Thalía há 17 anos e que conhecê-la era o sonho da minha vida. Meus amigos já fizeram uma campanha em vídeo pra que ela realizasse esse sonho quando pensamos que ela viria ao Brasil, mas as negociações com o SBT não deram certo e ela não veio. Dessa vez, um amigo chamado Diego fez um novo vídeo em stop motion contando em 4 minutos um pouco da minha história de fã. Mobilizei meus seguidores e amigos de redes sociais para que me ajudassem a fazer com que o vídeo chegasse à Thalía; e 4 dias antes de eu viajar ao México, ele chegou. Thalía assistiu e imediatamente me mandou uma mensagem via twitter falando sobre seu meet and greet e me colocou em contato com a pessoa responsável por organizá-lo. Parecia mentira! Essa pessoa me contatou dizendo que a Thalía tinha recomendado que eu não faltasse, que queria muito que eu estivesse lá, que era importante que ela cuidasse pra que nada desse errado. Repetiu isso pra mim várias vezes. Finalmente, depois de 17 anos de espera, eu ia conhecer a Thalía! E o mais importante: Ia conhecê-la, porque ELA QUERIA!  Thalía me segue no twitter desde 2009, me segue no instagram desde 2012 e já me respondeu algumas vezes, já leu duas cartas minhas, mas eu não acreditava que ela realmente soubesse quem eu era! Era surreal demais pensar que eu existia na vida dela, mas agora eu tinha a certeza! Viajei pro México sabendo que ia vê-la, mas não podia contar a ninguém. Só minha mãe e poucos amigos sabiam.  No dia do segundo show (dia em que conheci a Thalía) fiquei sabendo que ela perguntou a uma pessoa se eu tinha ido realmente. Se eu estava lá. Dá pra acreditar???? O meet and greet dela foi rápido, algo em torno de 40 pessoas entraram lá e não sei qual foi o critério de escolha, mas pelo menos 90% das pessoas que estavam lá eram membros do fã clube Mundo de Cristal (do qual também faço parte), que é oficial, internacional e o mais antigo que a Thalía tem . Nos posicionamos ao redor de uma cadeira onde ela sentaria para a foto. A pessoa que organiza o meet tratou de deixar claro que as pessoas que ficariam mais próximas da Thalía seriam as que nunca a viram e as que viajaram de longe pra estar nos shows. Alguns fãs tentaram me colocar longe, mas a organizadora logo avisou que eu tinha que ficar do lado da Thalía, pois ela tinha recomendado que fosse assim. Apesar de saber que não sou do tipo de fã que faz escândalos, fiquei com medo de passar mal, desmaiar, ou não aguentar a emoção de vê-la de perto, mas que nada! Quando a Thalía desceu as escadas, quando a vi se aproximando,  eu senti tanto a presença de Deus naquele momento, naquela pessoa e naquele lugar, que não me restou outra alternativa a não ser ficar calma e aproveitar cada segundo daquele sonho que agora era realidade!  Ela parou na nossa frente, nos cumprimentou, olhou pra mim e disse: Você veio! Ela sabia quem eu era, ela me reconheceu, ela  queria que eu estivesse ali! Ela segurou forte na minha mão e sentou do meu lado.  Sorrindo sempre pra mim. Eu só conseguia agradecer a Deus em pensamento.  Ela é muito mais linda do que qualquer ser humano que eu já vi. As câmeras não conseguem captar a beleza dela, porque ela é mais, muito mais do que quem nunca a viu pessoalmente pode pensar. E ela transmite tanta calma, tanta paz, que é impossível se desesperar perto dela. Tiramos 3 fotos e ela levantou pra ir embora, pois já era a hora do show e ela já estava com o figurino pra entrar no palco! Parou novamente na nossa frente, se despediu, mandando beijos pra todos, apontando pra mim e dizendo: Você conseguiu! E eu consegui mesmo. Era (e ainda é) difícil de acreditar. Eu sequer precisei falar grandes coisas, declarar meu amor por ela ou contar a minha história, porque ela já sabia! Das pessoas que estavam ali, acho que fui a única que realmente interagiu com ela. Primeiro porque o tempo era curto e não daria pra ela falar com todos. Segundo porque eu tava do lado dela e, quando ela me viu, se esforçou pra me dar atenção.  No primeiro dia de show, fiquei na 15° fila do setor preferencial (o melhor) . No dia seguinte, sentei com a família da Thalía bem perto do palco. Eles me deram um ingresso pra sentar perto deles porque sabem o quanto eu gosto da Thalía. Acabei dando o ingresso que eu tinha comprado pra uma menininha de 5 anos que estava chorando na porta do Auditório porque não ia poder vê-la. Realizei o sonho dela, enquanto Deus preparava o meu.  E os dois shows foram maravilhosos!  Há quem pense que a Thalía não canta, que não faz mais sucesso, mas essas pessoas se surpreenderiam ao vê-la , aos 41 anos e depois de ter 2 filhos, com aparência de 15 anos e com uma voz tão afinada, tão doce e tão potente ao mesmo tempo! Uma voz de fazer o mundo todo tremer.  Ela cantou suas músicas atuais, um clássico da música mexicana (Hoy ten miedo de mi),  cantou a música dedicada à sua mãe que morreu em 2011 (e foi um momento bem especial, porque ela e suas irmãs choraram nessa hora), além dos grandes sucessos que marcaram sua trajetória como cantora como “Piel morena” e “Amor a la mexicana”, além dos temas de algumas de suas novelas, como as Marias do mar e do bairro! Pra mim, o melhor momento do show! Era meu sonho vê-la cantando Maria la del barrio ao vivo, porque foi com a transmissão das Marias no SBT que eu me tornei fã dela, há 17 anos atrás. E foi mais uma coisa que eu pude realizar! Saindo do show, eu pude ver a Thalía mais uma vez, indo embora no carro em direção ao aeroporto (pois ela voltou pra Nova York imediatamente após o concerto). Ela parou rapidinho pra dar uma entrevista de segundos para a TV Azteca, me viu do lado do carro, apontou pra mim com um sorriso de orelha a orelha e mandou beijos! Depois disso, foi embora e eu não a vi mais. E os anos de espera valeram a pena. Não existem impossíveis quando se tem fé e, como a própria Thalía disse no seu show: “Os problemas e as tristezas se tornam pequenos quando colocamos Deus à frente de nossa vida”. Vale a pena manter a positividade, a esperança e vale a pena lutar pelos nossos sonhos, vale a pena perseverar sem desistir. Porque o tamanho da espera é diretamente proporcional à grandiosidade do momento quando ele acontecer pra você.  Pela Thalía eu faria isso mil vezes, eu percorreria o mesmo caminho se fosse necessário. Por ela, eu esperaria a vida toda. E quando ela olhou nos meus olhos, me reconheceu e sorriu pra mim, tudo fez sentido. E eu senti no meu coração que esse momento vai se repetir outras vezes. Algo me diz e eu acredito. 

"E logo Jesus, estendendo a mão, segurou-o e disse-lhe: Homem de pouca fé, por que duvidaste?"

Todo es posible:


A notícia:


Nós sendo a atração principal da imprensa do lado de fora do show! Rycosss!


Uma vida de espera...


A matéria LINDA que os queridos da Minha Novela fizeram comigo

          
        Eu falando com ela durante o show:

           

Obrigada Jesus, obrigada Deus, obrigada, Thalía, obrigada Diego, obrigada mainha e obrigada Camila Destro por tornar o maior sonho da minha vida REAL E POSSÍVEL! E obrigada a todos os que torceram e que sonharam comigo. Toda honra e glória seja dada do Senhor! O meu Deus do impossível!

Táyra.

quinta-feira, 7 de março de 2013

Amor platônico

quinta-feira, 7 de março de 2013 1 comentários


Eu sou apenas alguém 
Ou até mesmo ninguém 
Talvez alguém invisível 
Que a admira a distância 
Sem a menor esperança 
De um dia tornar-me visível 
E você? 
Você é o motivo 
Do meu amanhecer 
E a minha angústia 
Ao anoitecer 
Você é o brinquedo caro 
E eu, a criança pobre 
O menino solitário que quer ter o que nao pode 
Dono de um amor sublime 
Mas culpado por querê-la 
Como quem a olha na vitrine 
Mas, jamais poderá tê-la 
Eu sei de todas as suas tristezas 
E alegrias 
Mas você nada sabe 
Nem da minha fraqueza 
Nem da minha covardia 
Nem sequer que eu existo 
E como um filme banal 
Entre o figurante e a atriz principal 
Meu papel era irrelevante 
Para contracenar no final 

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Nothing´s ever out of reach! So dream, dream, dream!

quarta-feira, 19 de setembro de 2012 0 comentários
Encontrei um texto que escrevi em 23 de julho de 2007. Eu nem sabia que coisas tão maravilhosas ainda iam acontecer na minha vida mas, como deve ser, eu já era imensamente grata! Ler esse texto tão antigo renovou minhas forças pra continuar sonhando e lutando pelo que eu acredito independente do que as pessoas possam pensar. Obrigada, Deus! Encontrei esse texto na hora certa. Espero que as pessoas que leiam sintam a mesma coisa que eu tô sentindo agora:

"Hoje eu tava fazendo uma coisa que eu raramente (raramente mesmo!) faço: Ver os vídeos que eu gravei nos shows do RBD em Pernambuco e Santa Catarina e PORRA, velho... Praticamente revivi todas as emoções que esses shows me proporcionaram. Pra muita gente pode ser uma tremenda infantilidade minha gostar desse tipo de banda e me emocionar tanto com esse tipo de coisa, mas foda-se. Só lamento por quem não viveu momentos tão felizes quanto eu vivi. Que graça tem a vida de uma pessoa que não sonha? Só Deus sabe o quanto aqueles momentos foram importantes pra mim. O show de Recife foi único, porque eu nunca tinha estado tão perto de um sonho! Ele me deixou a menos de 1 metro da Anahí... Uma pesso, que eu amo há 9 anos... E eu senti naquele dia o Mexico não estava tão longe de mim como eu imaginava! e realmente não está! Eu esperei muito pra ver aquela criatura tão pequena e perfeita de perto e, sinceramente, antes do RBD ter a projeção mundial que tem hoje, eu nunca imaginei que esse dia fosse chegar, Mas chegou! Sim, Eles são todos perfeitos... Cada um à sua maneira! Mas Anahí e Maite têm um brilho fora do comum.. De longe dá pra sentir a energia delas! Graças a Deus eu pude sentir de perto, muito perto... E isso aconteceu no show de Meleiro! Quem me conhece sabe o que eu fiz pra chegar até ali. Comprei as passagens de avião do cartão da minha mãe e escondido dela, por sinal.. Pedi dinheiro emprestado no banco pra comprar o ingresso e poder vê-los de perto de novo. E é verdade: Se você põe sua alma e seu coração num sonho, o universo conspira pra ajudar você a conseguir alcançá-lo! E foi exatamente isso o que aconteceu comigo! Deus me deu o maior presente que eu podia receber... Eu consegui conhecer Anahí! Abracei, apertei, chorei, ri, senti o cheiro do cabelo dela, Gritei 'I do believe in fairies' com ela! Eu não acredito e nem gosto de fada, mas ela tava tão feliz, que eu acompanhei! haha!  Isso não tem preço, sabe? foi a melhor sensação que eu já vivi em toda minha vida... Quando eu cheguei na porta do camarim e vi Maite, nossa senhora! Eu comecei a tremer dos pés a cabeça e pedi loucamente a Deus pra me dar forças pra não desmaiar! E ele me deu! Maite é a coisa mais fofa desse mundo! Simpática, linda, com uma energia que não dá pra explicar... É só olhar pro sorriso dela e sentir! É muito bom!  Logo depois apareceu Anahí.., Era tão pequenininha, meu Deus! Quase se escondia atrás da Mai! Eu não vou tentar explicar o que eu senti quando a vi, não vou tentar explicar o que ela tem que me encanta tanto, porque essas coisas simplesmente a gente sente. Mas nao explica! Ela me faz sentir que eu posso ser tudo o que eu quiser, que eu posso chegar onde eu quiser... E eu vou chegar! Eu sei que vou! Ela me ensinou muitas coisas, virou parte de mim! E quando a minha vó foi embora, ela e Thalía me ajudaram mais do que muita gente... Pode parecer loucura e pode até ser loucura mesmo, Mas essa loucura me deu força pra seguir em frente, Uma força que muitas pessoas procuram e não encontram. E eu pude superar a maior perda que eu já tive, e pude continuar lutando pelo que eu quero. É é isso o que eu vou continuar fazendo. Eu sou uma pessoa de muita sorte, eu sei disso! Deus foi e tem sido muito generoso comigo. Não sou rica, não faço questão de sê-lo, mas eu tenho uma coisa que enche a minha alma e enriquece a minha vida, que me torna especial: A capacidade de sonhar! Me chame de fútil quem quiser chamar, me chame de criança, de doida, me chame do que for! Enquanto você procura adjetivos pra me classificar, eu vou seguindo meu caminho e vou chegando cada dia mais perto do meu objetivo! Graças a Deus! São 5 e meia da manha... Eu tô falando mil coisas aqui e viajando no que eu tô escrevendo, mas sei lá! Deu vontade de dizer isso tudo... Talvez ninguém leia, talvez todo mundo leia... Mas pouca gente vai dar importancia, eu sei. O que eu queria frisar aqui é: Se você tem um sonho, um desejo, uma vontade, qualquer coisa... LUTE por isso... E não perca a fé não! A fé move montanhas, já diria Jesus! Ele disse também que não existem impossíveis pra quem crê, E eu acredito loucamente nisso. LOUCAMENTE mesmo. Eu espero do fundo do coração que cada um de vocês um dia sinta a sensação que eu senti quando eu abracei Anahí. Eu sei que ainda tenho muitas emoções por viver. Espero que emoção de conhecer Thalia não me traga de presente um infarto, um AVC, ou algum adjacente. Ainda tenho muito pra falar sobre esse assunto, mas não tô conseguindo mais organizar minhas idéias, acho que o sono chegou e a mensagem já foi passada, eu espero.



Suba com fé o primeiro degrau. Você não precisa ver a escada inteira. Apenas suba o primeiro degrau. [The Secret]